TECNOLOGIA

GAMIFICAÇÃO NA LOGÍSTICA: CONHEÇA OS BENEFÍCIOS E SAIBA COMO USAR

 

A gamificação na logística é uma estratégia que pode gerar resultados positivos para as empresas que estão em busca de otimizar seus treinamentos, melhorar a gestão do fator humano ou aumentar suas vendas. Isso porque a estratégia combina tecnologia e metodologias normalmente vistas em jogos, o que a torna mais atrativa, envolvente e instrutiva para os colaboradores.

Além disso, a gamificação pode ser adaptada a cada tipo de negócio ou setor, elevando ainda mais seus benefícios. Na hora de estabelecer medidas para aperfeiçoar o desenvolvimento, treinamento ou as vendas dentro do seu empreendimento, portanto, vale a pena considerar essa estratégia.

O QUE É GAMIFICAÇÃO?

Gamification, ou gamificação, é um conceito desenvolvido por Nick Pelling para falar da adoção e da aplicação de funcionalidades, mecânicas ou técnicas, de estratégias comuns em games no ambiente organizacional. Seu propósito é fomentar colaboradores a elevarem seus índices de aprendizado em relação às atividades que executam ou executarão no dia a dia.

Consumidores também podem ser influenciados por essa estratégia para melhorar o relacionamento com o negócio, serem fidelizados ou realizarem compras.

COMO ISSO PODE SER APLICADO NA EMPRESA?

Para aplicar a gamificação no seu empreendimento, você precisará adotar ações de jogos ou mesmo games empresariais, desenvolvidos especialmente para os ambientes corporativos. Eles devem ter como propósito as metas de trabalho, ou seja, devem simular atividades e os resultados profissionais que podem ser alcançados no mundo real.

Esses jogos precisam ser postos como brincadeiras ou atividades mais lúdicas, embora tenham objetivos sérios e embasados nos propósitos da empresa. Isso é importante para que eles sejam aceitos de modo mais tranquilo e sem resistências.

Caso queira aplicar gamification no relacionamento com o público, é possível realizar disputas entre clientes por meio de ações que possibilitam a conquista de pontos, níveis, premiações etc. Isso pode ser feito no site da empresa ou em seu e-commerce, caso você já tenha um. Os benefícios obtidos pela empresa incluem maior participação, engajamento e lembrança da marca pelos consumidores.

COMO APLICAR A GAMIFICAÇÃO NA LOGÍSTICA?

Para aplicar a gamificação na logística, é preciso que as ações sejam simples, práticas e de fácil acesso. Afinal, o objetivo é incentivar os colaboradores a ter vontade de usá-las.

Você também pode disponibilizar o jogo voltado para logística por meio de um aplicativo, já que grande parte das pessoas usa smartphones e poderá acessá-lo mais facilmente. Ele só precisa ser intuitivo e simples para facilitar o manuseio por parte dos funcionários.

O game também deve estar sintonizado com a rotina do colaborador que será treinado, isto é, as tarefas propostas pelo jogo necessitam de alinhamento com o cotidiano de atividades do funcionário.

Outro ponto importante é o estabelecimento de metas possíveis de serem alcançadas mais facilmente, ao menos no início. Elas aumentam o interesse do jogador e o incentivam a superar os objetivos definidos e a alcançar resultados melhores à medida que evolui no game.

Na logística, os objetivos são bastante claros, diretos e facilmente aplicáveis em um ambiente de jogo. Inclusive, é mais simples alinhar tarefas de games com os processos e desafios do setor, como os níveis de devoluções, a quantidade de feedbacks de clientes, as necessidades de melhorar a velocidade das entregas etc.

DESENVOLVA UM SISTEMA DE PONTUAÇÃO E DE NÍVEIS

Toda vez que o colaborador alcançar os níveis de dificuldade desejados dentro game, ele poderá ganhar pontos que, após uma quantidade específica, serão trocados por prêmios.

Por meio da pontuação dos colaboradores é possível realizar um ranking de funcionários, de modo que eles saibam em que posições se encontram. Assim, é possível se há necessidade de melhorar ou, ao menos, manter suas colocações e formas de jogar.

FACILITE A INTERAÇÃO ENTRE OS COLABORADORES

É importante contar com um jogo logístico que possibilite que um ou mais colaboradores desafiem seus colegas dentro do próprio game. Além de definir com quem jogar, também é interessante que o sistema permita estabelecer condições específicas, parâmetros e até o prazo para a realização dos desafios. No final, quem ganha leva mais pontos.

CONCEDA PRÊMIOS

Já mencionamos anteriormente, mas não custa reforçar a importância de se conceder prêmios. Isso é fundamental para que os colaboradores consigam se motivar mais nas competições e ações que precisam executar enquanto são treinados nos jogos virtuais.

Essas recompensas se tornam objetivos mais palpáveis para eles, que tendem a se engajarem mais para conquistá-las. Os benefícios podem ser concedidos proporcionalmente aos pontos acumulados por empregado ou como premiações pelo alcance de determinadas metas logísticas.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DESSA ESTRATÉGIA?

 Na gamificação, os propósitos da empresa se tornam mais claros, desafiadores e fáceis de serem compreendidos. Além disso, os colaboradores passam a motivar uns aos outros, aumentando os níveis de interação e engajamento. Consequentemente, há mais chances de os resultados do negócio aumentarem, já que os funcionários começam a reproduzir o que aprenderam no game nas atividades reais do dia a dia.

Há ainda ganho em produtividade e eficiência na execução de tarefas, bem como no próprio ambiente corporativo. Os profissionais também conseguem desenvolver habilidades e estimular suas capacidades criativas, podendo gerar novas oportunidades para a empresa. Inclusive, pode haver redução de custos e aumento na qualidade dos produtos/serviços.

Como você viu, a gamificação na logística é uma estratégia que permite melhorar a atuação dos funcionários e a diminuição de ineficiências e gargalos dentro do negócio. Inclusive, é capaz de diminuir a monotonia de rotinas repetitivas.

Favorita.com.br