Logo da Favorita Transportes

Logística sustentável: como a Favorita contribui para essa estratégia

Logística sustentávelRedação Favorita10 de janeiro de 2024
Logística sustentável: como a Favorita contribui para essa estratégia

A crescente demanda por uma logística sustentável está tornando o modelo cada vez mais necessário e popular entre as empresas, transformando a cadeia de abastecimento e deixando-a mais amigável ao meio ambiente. Mas o que isso significa? 

 

A logística sustentável, basicamente, torna os processos logísticos e de transporte menos nocivos ao meio ambiente. Entretanto, adotar a prática pode significar um grande desafio para a cadeia de abastecimento, principalmente em relação à satisfação do cliente, redução de custos e eficiência. 

 

A importância da logística sustentável

 

A logística é voltada para oferecer maior eficácia em processos nos quais materiais, informações e recursos são melhor gerenciados, isso envolve planejamento, implementação e controle para garantir a distribuição eficiente e econômica de materiais e produtos. Para alcançar esses objetivos, as empresas devem investir na otimização de recursos, gerenciamento de estoque e planejamento de transporte, além de buscar aumentar a eficiência de processos, reduzir custos e aumentar a satisfação do cliente. 

 

A logística sustentável atua da mesma forma, mas também foca em alcançar a máxima redução de emissões de CO₂ possível, mitigando a poluição sonora, consumo de combustível e até o número de acidentes, cabendo às empresas logísticas encontrar um equilíbrio entre os negócios, proteção do meio ambiente e bem-estar social. 

 

Mesmo com muitos benefícios, como melhorar a reputação da marca, redução de custos e a eficiência da cadeia de abastecimento, embarcar em uma jornada de logística sustentável exige uma mudança cultural e de estratégia da empresa, saindo de um modelo de economia linear para o de economia circular, que visa utilizar os recursos naturais com maior eficiência por meio da otimização de processos, priorizando o uso de insumos mais duráveis, recicláveis e renováveis. Apesar de parecer custoso, a utilização de ferramentas robustas de planejamento integradas a regras de sustentabilidade pode manter a margem de lucro da operação logística elevada. 

 

Práticas de logística sustentável

 

Existem várias ferramentas e estratégias para tornar a gestão da cadeia de abastecimento e a logística mais sustentável. Novas tecnologias permitem otimizar os lucros ao mesmo tempo em que a operação se torna mais verde, e os dados são um fator crítico para que isso ocorra. 

 

Como as empresas têm acesso mais fácil a dados e soluções sustentáveis, algumas práticas podem ser implementadas na operação para conquistar uma pegada ambiental mais responsável: 

 

Estratégia dos 4Rs

 

Reduzir, reutilizar, reciclar e recuperar. A estratégia dos 4Rs visa tornar o modelo produtivo e a cadeia de abastecimento mais sustentável. A abordagem foca na otimização dos recursos, reduzindo ou eliminando aqueles que não são necessários. Essa ação ajuda a reduzir desperdícios, recuperar e reutilizar recursos. 

 

Por exemplo, deixar de usar embalagens plásticas descartáveis e trocá-las por material reutilizável, não descarta resíduos da maneira incorreta e evitar usar materiais que coloquem o meio ambiente e a vida das pessoas em risco. 

 

Veículos e combustíveis alternativos

 

O uso do óleo diesel nas frotas de caminhões e vans ainda é o principal combustível para o transporte de cargas. Entretanto, pensando em sustentabilidade, ele não é a melhor escolha, pois, em comparação, emite cerca de 13% a mais de CO₂ que motores a gás natural. 

 

Por isso, empresas que buscam por uma estratégia de logística sustentável devem substituir veículos obsoletos por outros que utilizem combustíveis com baixa pegada de carbono, como o biocombustível, veículos híbridos ou elétricos. 

 

Apesar da renovação de frota ser um processo caro, é possível buscar apoio em programas governamentais — o governo brasileiro lançou há poucos meses o Programa Renovação de Frota, que visa, entre outras coisas, reduzir a emissão de carbono. Além disso, as empresas podem reduzir emissões em suas instalações, optando por fontes renováveis de energia — a Favorita fechou parceria com a Capitale Energia para migrar para esse mercado —, adotando tecnologias para reciclar a água utilizada e outros métodos menos prejudiciais ao meio ambiente. 

 

Uso de dados

 

Colocar os dados no centro da estratégia logística e nas operações da cadeia de abastecimento permite o melhor gerenciamento das operações. Com essas informações, é possível monitorar o tráfego em tempo real, selecionar as melhores opções de rota, acessar informações sobre o comportamento do motorista e uso dos veículos, reduzir o consumo de combustível e, consequentemente, as emissões de carbono. 

 

Da mesma forma, o uso de dados pode aprimorar o serviço de entrega. Clientes podem informar o horário que estarão no local, reduzindo o número de viagens desnecessárias. A análise de dados também ajuda a melhorar a visibilidade por toda a cadeia de abastecimento, eliminando processos ineficientes que apenas aumentam o uso de recursos e custos, e fornecendo informações úteis para a análise de indicadores de desempenho. 

 

Armazéns inteligentes

 

Reduzir a pegada de carbono é o principal indicador que a operação abraçou uma estratégia de logística sustentável, e tornar os armazéns mais inteligentes é a melhor abordagem para reduzir emissões em entregas de última milha, já que aproximam as empresas dos clientes. Outro benefício é usar menos combustível e recursos para fazer as entregas, já que o armazém está mais próximo ao local de destino dos produtos. 

 

Planejamento e práticas

 

Adotar a logística sustentável exige uma mudança cultural e organizacional. Por isso, é fundamental difundir as práticas sustentáveis por toda a empresa e também garantir que toda a cadeia de abastecimento adote a sustentabilidade como foco. Fazer negócios com outras empresas sustentáveis garante que todos os elos da cadeia sejam realmente verdes. 

 

O primeiro passo é entender como o uso dos recursos impacta no meio ambiente. Por exemplo, existem soluções que calculam a emissão de CO₂ de uma frota, ajudando a organizar rotas e tornar o transporte mais eficiente. Da mesma forma, reduzir o consumo de papel no escritório e implementar a digitalização de processos, também diminui a pegada de carbono da organização. 

 

Como a Favorita contribui para a logística sustentável

 

A Favorita conta com diversos serviços e tecnologias que tornam a logística mais sustentável, buscando a modernização da frota de veículos, utilizando os recursos tecnológicos mais avançados para criar soluções logísticas sustentáveis, criando metas para a redução de desperdício e emissão de CO₂, adotando fontes renováveis de energia e investindo na capacitação dos colaboradores e conscientização das comunidades em que atua. Entre em contato e conheça nossos serviços. 

Compartilhe:
Imagem de fundo whatsapp
Favorita Transportes

Olá, como posso ajudá-lo?

14:25