Logo da Favorita Transportes

Gestão de inventário na logística: Conheça 7 práticas essenciais

LogísticaRedação Favorita01 de março de 2024
Gestão de inventário na logística: Conheça 7 práticas essenciais

Realizar uma gestão de inventário na logística é vital para que as empresas mantenham seu estoque em ordem e possam otimizar suas operações. Entretanto, apesar da sua importância, muitos gestores não dão atenção devida a esse processo. 

Compreender e implementar estratégias e práticas para a gestão de inventário ajuda a reduzir custos, economizar tempo e recursos, ao mesmo tempo que o atendimento ao cliente se torna mais eficiente. 

E o primeiro passo é entender o que é a gestão de inventário na logística e quais seus principais desafios. 

Entendendo a gestão de inventário na logística

A gestão de inventário na logística diz respeito ao controle do estoque, o que é armazenado, manuseado e enviado. E isso pode representar um grande desafio para empresas de qualquer setor. 

Entre esses desafios, listamos os cinco principais: 

Acesso insuficiente às estatísticas de inventário

A logística atualmente se tornou um processo complexo, com diversos itens que precisam ser monitorados e manuseados. Se não houver um controle eficiente do inventário, corre-se o risco de perder o controle em relação aos pedidos, impactando diretamente na satisfação dos clientes e nos lucros. A única forma de evitar esse problema, é manter as equipes informadas. Contar com um software de gerenciamento de estoque oferece a visibilidade necessária para garantir a operação. 

Processos ineficientes

Otimizar processos continuamente deve ser o foco do setor logístico. Dessa forma, é possível garantir que fluxos de trabalho fluam sem atrito e funcionem de forma integrada. Por isso, busque uma abordagem que incentive a otimização dos processos logísticos, incentivando os funcionários a sugerir mudanças. 

Tendências de consumo

A gestão de inventário na logística precisa estar atenta ao comportamento do consumidor e a forma com que ele consome. E, claro, isso não é algo simples, já que essas tendências podem mudar rapidamente. Portanto, é crítico ter uma estratégia de gestão de riscos que analise esse comportamento e busque formas de amenizar o impacto na operação, evitando prejuízos. 

Falhas no espaço de armazenamento

Dependendo da estratégia de gestão de estoque, as necessidades do armazém podem mudar. Por exemplo, se a técnica utilizada é um armazém just-in-time, a empresa precisa de menos espaço para armazenamento. Ou seja, é preciso analisar a estratégia de negócios para saber exatamente o tipo de armazenamento necessário e, com isso, optar por uma estratégia de gestão de inventário correta. Por fim, especifique níveis de estoque máximo e mínimo para cada produto para determinar o tamanho ideal da área de armazenagem. 

Treinamento insuficiente

Se os funcionários não forem treinados corretamente, adotar as melhores práticas para a gestão de inventário na logística ou tecnologias avançadas não significa que todos os desafios serão vencidos facilmente. Por isso, é fundamental implementar uma estratégia de treinamento adequada para o tipo de armazenagem efetuada pela empresa. 

Melhores práticas para a gestão de inventário

Controlar o estoque é essencial para que a estratégia de vendas seja bem-sucedida. Para isso, algumas práticas devem ser adotadas: 

Acompanhe entradas e saídas

Não registrar adequadamente as entradas e saídas de mercadorias é um dos erros mais prejudiciais para a gestão de inventário na logística, pois isso dificulta controlar se há excesso ou falta de produtos no armazém. Por isso, registre toda a movimentação para garantir maior precisão no monitoramento do estoque. 

Acompanhe o giro do produto

Monitorar o tempo que cada item é mantido em estoque é crítico para evitar o desabastecimento. Além disso, itens com baixa rotatividade, podem indicar que não estão atraindo os clientes, por isso, reduza a quantidade adquirida ou simplesmente deixe de comprá-los. E é aí que registrar as entradas e saídas corretamente mostra sua importância. 

Controle os itens armazenados

A falta de controle pode levar a uma escassez ou excesso de produtos armazenados. E isso acontece quando o monitoramento dos itens é ineficiente, deixando o setor de compras sem informações claras sobre o que precisa ou não ser adquirido. Isso impacta diretamente nas finanças da empresa, aumentando despesas, desperdícios e prejudicando a estratégia de vendas. Monitore com atenção a taxa de escassez e excesso para identificar possíveis lacunas. 

Mantenha um banco de dados padronizado para os itens

Implementar um banco de dados, com um código e descrição específico para cada item, contribui para evitar erros e entradas duplicadas no armazém. Isso reduz o risco de perder o controle dos itens armazenados e saber exatamente quando determinado produto está esgotado ou em excesso. 

Integre as ações do armazém com as demais áreas da empresa

Uma gestão de inventário eficiente permite que as informações, como citado acima, sejam padronizadas, reduzindo falhas no gerenciamento de estoque e tornando os dados mais confiáveis. Isso contribui para otimizar o compartilhamento das informações e criação de um sistema integrado que otimize a estratégia de compras e vendas da organização. 

Digitalize a gestão de inventário

Não dá mais para usar processos manuais para realizar a gestão de inventário na logística. Por isso, é importante investir em tecnologias para monitorar e controlar as informações, reduzindo erros, melhorando a produtividade e mitigando riscos de segurança e confiabilidade das informações. 

Organize o estoque

Manter o estoque organizado nem deveria ser citado como uma prática essencial, mas a realidade mostra que ainda é necessário insistir nesse tema. Basicamente, um estoque bagunçado faz com que a empresa sofra com desperdício de recursos, aumente seus custos e tenha um impacto direto nas finanças. Para evitar esse problema, classifique os itens por departamento, mantenha o armazém limpo e organizado, coloque placas de identificação por seção para facilitar a busca pelos produtos, mantenha a área protegida e evite o aparecimento de ratos ou insetos. 

Em um ambiente de negócios em transformação, a gestão de inventário na logística é um processo crítico para que os negócios se mantenham competitivos e bem-sucedidos. Integrar tecnologias avançadas, melhores práticas e recursos corretos torna o rastreamento e localização de produtos mais simples e ágil, reduzindo erros, excesso ou escassez de produtos e tornando o processo de decisão sobre a manutenção do estoque mais inteligente e baseada em dados confiáveis. Entre em contato com nossos consultores, conheça nossas soluções e saiba como a Favorita pode ajudar sua empresa. 

Compartilhe:
Imagem de fundo whatsapp
Favorita Transportes

Olá, como posso ajudá-lo?

08:19